• Fernando Fagá Alves

Como Melhorar Seu Processo de Inovação Para Crescer e Competir Melhor

Uma empresa torna-se mais inovadora por causa da sua capacidade de gerar inovação. Para aumentá-la, é preciso ver a inovação como um processo dividido nas seguintes etapas:

1) Geração de Ideias

2) Priorização de Ideias

3) Teste e validação de Ideias

4) Lançamento ideias

Apenas quando esse ciclo é completo que a ideia se transforma em inovação. Antes de entrar no processo, é importante entender que diferentes ideias geram demandas diferentes para sua organização.


Tipos de Ideias


No livro “Beyond The Idea”, Viajay Govindarajan e Chris Thrimble dividem a inovação em 3 tipos de ideias:

  • Modelo S: Inovações simples, que podem ser implementadas imediatamente com baixo custo e esforço, sem causar mudanças na equipe. Ao criar um programa de ideias, sua empresa irá aumentar exponencialmente as ideias implementadas por colaborador.

  • Modelo R: Inovações replicáveis são aquelas feitas dentro do P&D das empresas. Por exemplo, quando uma montadora lança um novo carro. Para gerar melhores inovações de modelo R, é importante que o P&D esteja conectado com novas tendências de consumo e trabalhe próximo ao Marketing e Vendas.

  • Modelo C: Esse é o modelo de inovação customizada. São novos modelos e precisam de expertises variadas. Essas inovações precisam ser separadas do dia-a-dia da empresa e contar com uma equipe dedicada. Esse modelo de inovação deve ser usada quando uma empresa física lança uma plataforma digital, por exemplo.

Veja mais detalhes nas figuras abaixo:

Tabela Resumo de modelos de inovação
Complexidade De Inovação e Modelo

Imagens adaptadas do livro "The Other Side of Innovation"

Se você quiser se aprofundar nessa tipologia basta ler os livros “Beyond the Idea” ou “The Other Side of Innovation”.


A inovação como processo


Você quer implementar mais ideias mais rapidamente? Para isso, precisa enxergar a inovação como um processo, conforme a figura abaixo:


Cada etapa do processo de inovação tem suas particularidades e pode ser otimizado. As etapas são:


Etapa 1: Geração De Ideias


Essa etapa é composta de 3 atividades:

  1. Identificação do Problemas: A identificação de problemas pode partir da perspectiva de clientes, de funcionários ou de outsiders. Ter uma cultura que incentive a comunicação de problemas é crítico para um bom processo de inovação.

  2. Priorização do problemas: Os problemas prioritários são aqueles que impedem a empresa de entregar valor para seu cliente. Podem ser também problemas cuja solução leve à grandes oportunidades.

  3. Levantamento de soluções: É importante gerar qualidade e quantidade de soluções. As sugestões podem surgir em workshops, programas de sugestões ou canais informais. É essencial conseguir capturar e agrupar as soluções.

A qualidade da etapa de geração de ideias é influenciada pelo treinamento dos colaboradores em habilidades relacionadas à estratégia e inovação. Também é produto da diversidade de pontos de vistas e da capacidade de compartilhar informações e colaborar.


Etapa 2: Priorização de ideias


A priorização de ideias precisa ser feita de maneira estruturada. Algumas empresas criam processos quinzenais para ideias simples e trimestrais para ideias mais complexas. É importante ter um processo que leve em conta a qualidade e velocidade das decisões. É importante contar com um especialista em inovação, como a PilarX, para estruturar esses processos usando rotinas e tecnologia adequada.


Etapa 3: Validação e teste de ideias


Ideias de novos modelos de negócio dependem de hipóteses sobre o mercado, cliente, competição e capacidade de execução. Antes de lançar uma ideia complexa, é importante validar e testar da forma mais barata e rápida possível. O modelo de Lean Startup se aplica muito bem para realizar o teste e validação


Etapa 4: Implementação de ideias


Uma vez que uma ideia for implementada, tenha certeza de que a equipe tenha pessoas com perfil e experiência adequados. Gerentes excelentes na gestão do dia-a-dia podem não se sair tão bem em novos projetos. O perfil para começar um novo negócio é diferente do perfil para sustentar o sucesso. Também certifique-se de dar tempo e recursos financeiros suficientes para garantir a implementação da ideia de forma adequada.


Outros Fatores


Existem também alguns fatores que influenciam o processo como um todo. Eles estão relacionados à cultura e à estratégia.

Uma cultura de inovação incentiva o trabalho em equipe, a tomada de riscos, a identificação de problemas e a ação. Ela é construída ao longo da história da empresa e determinada pela estrutura de poder e incentivos. Se as pessoas são incentivadas a resolver os problemas do dia a dia, jamais questionando os processos, farão exatamente isso.

A estratégia precisa ser simples, comunicada constantemente, e agregar conhecimentos diversos – tais como práticas de outras indústrias e tendências do exterior.

Lembre-se de revisar periodicamente sua estratégia e descartar iniciativas que não estão funcionando. Essa rotina ajuda sua empresa a liberar tempo e dinheiro para ideias mais promissoras.

Criar um processo estruturado para cada etapa do funil e criar métricas para monitorar o progresso é essencial para a melhoria contínua da sua capacidade de inovação.

Para saber mais sobre esse processo, baixe nosso e-book e aprenda como transformar sua empresa em uma máquina de inovação.



Fernando Alves é mestre em negócios (FT-MBA/2019) pela University of Southern California e bacharel em economia pela FGV. É o fundador da PilarX – consultoria de inovação e marketing.

15 visualizações0 comentário
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram