Vai começar um negócio? Faça um bom acordo de acionistas

Atualizado: Jun 11

"Não existe botão para desfazer." Essa é a frase que sempre escutei do professor Noam Wasserman na USC. O acordo de acionistas deve ser seriamente negociado para evitar problemas no futuro.


Imagine a seguinte situação: Um grupo de 3 empreendedores divide o equity igualmente – 1/3, 1/3, 1/3. Seis meses depois, um dos fundadores vai trabalhar em outra empresa. Dois anos depois, a Startup vai levantar dinheiro com um fundo de VC. O VC adorou a ideia, só existe um problema:

Um terço da empresa está na mão de uma pessoa que não está fazendo nada. O VC vai investir com a condição que os sócios reconquistem sua parte. Os dois sócios que ficaram na empresa ligam para o sócio que saiu. O diálogo é mais ou menos esse:


- Alô, aqui é o Roberto, tudo bom?


- Oi Roberto, quanto tempo, tudo bom. E por aí.


- Tudo Certo. Escuta, nós estamos recebendo um investimento de um VC em breve. A única condição é que você devolva a sua parte da empresa para nós. Você pode nos ajudar com essa?


- Que legal! Parabéns. Eu adoraria negociar a minha parte com você.


- Olha Carlos, você não trabalhou tanto assim na empresa. O certo é você entregar sua cota para a gente.


- Negativo, a maioria das ideias que vocês estão implementando foram minhas.


- Poxa, Carlos. Você saiu com 6 meses de empresa. Você está ganhando um salário de Diretor de Marketing numa multinacional. Eu e o Antônio estamos aqui ralando.