Você sabe a diferença entre uma incubadora e uma aceleradora?


Incubadora e aceleradora são modelos de apoio ao empreendedor bem distintos. Enquanto uma incubadora é focada em ajudar empresas em fase inicial, a aceleradora ajuda o negócio a ganhar tração. Veja mais na tabela comparativa abaixo.



INCUBADORA: Têm como objetivo desenvolver produtos e ajudar o empreendedor com a tração inicial. Para solucionar os desafios técnicos e de mercado de startups em estágio inicial o período de incubação deve ser de 1 a 2 anos.


O empreendedor costuma ceder participação na empresa para a aceleradora em troca do apoio inicial. Muitas estão vinculadas à universidades.


ACELERADORA: Têm como objetivo ajudar empreendedores a validar seus produtos com grandes empresas e torná-los escaláveis.


Existem aceleradoras independentes e ligadas à grandes empresas. A Aceleradora ajuda o empreendedor a validar seu modelo dentro de grandes empresas e ajudá-los com mentorias de especialistas em seus setores de atuação e modelo de negócio.


A duração da aceleração é menor do que da incubação. Normalmente, o período varia de 3 a 6 meses. O empreendedor cede participação para a aceleradora em troca do apoio para escala, assim como no modelo de incubação.


Incubadoras e aceleradoras são modelos que oferecem apoio para startups que estão se lançando no mercado.


Enquanto as incubadoras ajudam nos primeiros passos, com suporte financeiro, planejamento, plano de negócios, pesquisas de mercado e viabilidade econômica, as aceleradoras estão focadas em startups já estruturadas.


O importante é saber que esse tipo de apoio pode trazer insights significativos para você e o seu negócio, além de investimentos e possibilidades de expansão.


Fernando Alves é mestre em negócios (FT-MBA/2019) pela University of Southern California e bacharel em economia pela FGV. É o fundador da PilarX – consultoria de inovação e marketing


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo